Minerais de conflito: financiando a guerra no Congo

Nathália Pavam Maia

Resumo

A República Democrática do Congo localiza-se no centro do continente africano e é conhecida pelas suas inúmeras riquezas minerais como diamantes, ouro, cobre, estanho, urânio, coltan, zinco, e cobalto, que servem tanto à indústria de jóias quanto à tecnológica. Apesar da riqueza natural abundante, a extração desses minerais é feita diversas vezes por milícias, de maneira ilegal, e o lucro obtido serve para financiar conflitos locais. O objetivo desse artigo é analisar como a extração dos minerais e o interesse internacional nessas riquezas se relacionam, além do papel dos governos locais na regulação de tais atividades. Continuar lendo

Anúncios
Publicado em África, Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Curdistão e a guerra contra o terror no Oriente Médio: o papel do exército feminino curdo na luta contra o ISIS e a retomada de Raqqa

Izabelle de Pádua Quites

Resumo

Em 17 de outubro deste ano, uma coalizão de forças curdas e árabes, apoiada pelos Estados Unidos, retomou o controle de Raqqa, cidade síria dominada pelo ISIS[i] desde 2013. Tendo em vista a luta histórica do povo curdo pela constituição de um Estado independente na região, a análise da atuação de organizações militares de origem curda no Oriente Médio se faz extremamente importante para a compreensão da segurança na região. Sendo assim, o presente artigo objetiva investigar o papel da Unidade de Proteção às Mulheres (YPJ) – exército curdo feminino – no Curdistão Sírio[ii], destacando como as mulheres curdas se utilizam de questões de gênero para contribuir para a segurança no Oriente Médio, assegurar seus direitos e redimensionar a função feminina na guerra e na sociedade de forma geral.  Continuar lendo

Publicado em Oriente Médio, Uncategorized | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

O ENCERRAMENTO DA MINUSTAH E O BALANÇO DA OPERAÇÃO DE PAZ

Pedro Aluízio Resende Leão

Resumo

Com a finalização das tarefas da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (MINUSTAH), encerradas oficialmente no dia 15 de outubro, surge uma questão a ser investigada: em retrospecto, como se deu o desempenho da MINUSTAH? Esta pergunta também busca entender se, com a finalização das operações, a MINUSTAH, como uma política de peacekeeping, conseguiu cumprir os princípios visados para este tipo de missão. Para isto, conhecer conceitualmente este empreendimento é importante para compreender seu desempenho em campo. Desta forma, após contextualizar o ambiente haitiano antes do envio da missão, este artigo visa apresentar os pontos principais das missões de paz da ONU e analisar a MINUSTAH de acordo com este modelo de operações, observando seu escopo e características. Continuar lendo

Publicado em América, Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

A produção de cacau na Costa do Marfim e os problemas com Direitos Humanos

Christyane Gomes Dias Martins

Recentemente, a organização não governamental Mighty Earth publicou um relatório acusando empresas africanas do setor cacaueiro da Costa do Marfim de desmatarem áreas ambientais protegidas para o cultivo ilegal de cacau. Além dessa denúncia ambiental, o setor é constantemente alvo de denúncias de abusos aos Direitos Humanos, principalmente envolvendo trabalho escravo e de crianças que são submetidas a condições precárias de trabalho. Sendo assim, este artigo busca apresentar a dinâmica do mercado de cacau na Costa do Marfim e os problemas relacionados aos Direitos Humanos associados a ele, assim como medidas que estão sendo adotadas na região para contê-los. Continuar lendo

Publicado em África, Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

O caso da Onda Coreana e sua atual dificuldade de disseminação na cultura chinesa

Laura Fernanda Gonçalves Cardoso

Na quinta-feira, dia 7 de outubro de 2017, o escudo antimíssil THAAD finalmente foi implantado na Coreia do Sul. Com a instalação provisória de quatro interceptores de projéteis, a introdução desse sistema em território sul-coreano visa a melhora em sua defesa em caso de um ataque da Coreia do Norte. Incluso a esse acontecimento e aos conflitos geopolíticos que vem acontecendo na península coreana, debates acerca do impedimento da recepção da Onda Coreana (grande influência da cultura popular sul-coreana) na República Popular da China vêm se tornado cada vez mais frequentes. O foco principal deste artigo então é, primeiramente, apresentar o que é a Onda Coreana; evidenciar como se deu a ampliação desse processo na Ásia e suas principais causas de sucesso; e esclarecer os problemas que a Onda Coreana enfrenta atualmente na China. Continuar lendo

Publicado em Ásia, Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

Os desafios da democracia polonesa contemporânea

Ana Carolina Campera de Rezende Soares

Resumo

Após as eleições presidenciais e parlamentares em 2015, a Polônia sofreu diversas mudanças que ocasionaram protestos por parte de sua população, que julga que sua democracia está em risco mediante as restrições à mídia e alterações na forma da constituição de seu poder jurídico. O presente artigo possui como objetivo analisar a fragilidade da democracia polonesa com o novo governo, trabalhando com as características da democracia moderna e com a própria dinâmica democrática dentro da União Europeia. Continuar lendo

Publicado em Europa, Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Posicionamento russo frente à Coreia do Norte – comparação entre o Pós-Guerra Fria e a atual crise nuclear

Júlia Duca Reis Norberto

Resumo 

Os recentes testes de mísseis realizados pela República Popular Democrática da Coreia (RPDC), mais conhecida como Coreia do Norte, têm afetado profundamente a comunidade internacional e a balança de poder na região. Nações como Estados Unidos, Rússia, China e Japão se mostram preocupadas com a situação, devido à possibilidade de uma ofensiva nuclear, assunto este que tem sido pauta frequente no Conselho de Segurança da ONU, órgão que objetiva manter a segurança internacional. A Rússia é um importante parceiro histórico das Coreias, e sua estratégia de política externa referente a ambas sofreu mudanças desde o fim da União Soviética. Neste contexto, este artigo tem como objetivo analisar o posicionamento russo em relação à Coreia do Norte, do Pós-Guerra Fria até os momentos atuais, procurando explicitar como a participação russa na península coreana tem afetado as mudanças ocorridas desde então. Continuar lendo

Publicado em Ásia, Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário