Iêmen: uma nova peça no xadrez geoestratégico do Oriente Médio?

Maria Paula Nascimento

Vinícius Vilas Boas

Resumo

O conflito no Iêmen tem sido uma incógnita no Oriente Médio, uma vez que envolve uma gama diversificada de atores (regionais, extrarregionais e não-estatais), além de ter causado a pior crise humanitária da atualidade. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo analisar o contexto geoestratégico do Oriente Médio e os atores envolvidos na guerra do Iêmen, indagando qual seria a posição do país em relação ao xadrez geoestratégico da região, isto é, qual peça o Iêmen representaria. Continuar lendo

Anúncios
Publicado em Oriente Médio, Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Consolidação do poder de Xi Jinping e as manifestações dos diferentes nacionalismos chineses

Marina Borges Barbosa

Tiago Matos

Resumo

Em 11 de março de 2018, foi anunciada uma emenda à Constituição chinesa que permite a permanência vitalícia no cargo mais importe do país. Com isso, Xi Jinping, atual Presidente, foi aclamado pela mídia internacional como o líder mais poderoso da atualidade. O objetivo deste artigo é entender quais foram as condições que de certa forma contribuíram para a consolidação do poder em torno de sua figura pessoal. Para isto, serão explanados os conceitos de “sonho chinês” e Pensamentos sobre Socialismo com Características Chinesas para uma Nova Era”, amplamente entendidos como diretrizes e princípios do atual Presidente, correlacionando-os com a noção de nacionalismo chinês que permeia o imaginário social do país. Nossa hipótese é uma das condições que ajudaram no processo a ascensão de Xi Jinping está ligada a sua capacidade de impor-se como mediador entre as aspirações de divergentes grupos nacionalistas dentro do país.   Continuar lendo

Publicado em Ásia, Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

O relatório da Comissão de Inquérito sobre a Síria e a violação de Direitos Humanos realizada pelos atores da guerra da Síria

Rebecca Nunes Gouvea

Sabrina Santos Pinto

Resumo

O conflito na Síria teve seu ápice em 2011, forçando milhões de pessoas a deixarem o seu país, e outras milhares de pessoas a viver no território sírio sob a luz de uma insegurança diária, pobreza e destruição por toda parte. As pessoas que ainda estão em território sírio se tornaram dependentes de todo e qualquer tipo de apoio humanitário que lhes é oferecido. Uma grande parcela das mulheres sírias que buscam ajuda humanitária está sendo forçada a trocar esta ajuda por favores sexuais com funcionários que prestam serviço para os diversos atores presentes no território sírio. O presente artigo, portanto, tem por objetivo analisar os abusos sexuais, citados no relatório da Comissão de Inquérito sobre a Síria, emitido em 6 de março de 2018 e sua relação com o conflito existente no território sírio. Continuar lendo

Publicado em Oriente Médio, Uncategorized | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Invasão do Iraque: quinze anos de crimes de guerra sem julgamento

Larissa Fernandes Ribeiro de Assis

Nádya Carolline Silveira

Resumo

Entre os dias 20 de março e 1º de maio completam-se quinze anos da “Operação Liberdade do Iraque” (Operation Iraqi Freedom), uma ação militar ocorrida no contexto da guerra global contra o terrorismo, cujo objetivo estava primariamente em instaurar a democracia – nos moldes ocidentais – no Estado Iraquiano e prevenir possíveis ameaças ao sistema internacional por Armas de Destruição em Massa. Desde o decreto da ação na madrugada de 2003, entre os 21 dias que se seguiram a operação e posteriores 8 anos de guerra civil, a invasão do Iraque segue como um episódio polêmico da política internacional, em que os poderes das organizações internacionais foram postos à prova em uma guerra motivada por interesses unilaterais. Deste modo, este artigo visa evidenciar a invasão do Iraque como uma violação ao princípio da soberania estatal iraquiana, e, sobretudo a atuação das forças estadunidenses durante a invasão como um crime de guerra, e, portanto passível de julgamento. Continuar lendo

Publicado em Oriente Médio, Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Realidades políticas e o engajamento da União Africana com as agendas eleitorais: experiências de Angola e do Quênia

Pedro Aluízio Resende Leão

Resumo

O ano de 2018 para a África será marcado por disputas eleitorais que definirão o ordenamento político de grande parte dos Estados africanos, já que serão 19 países que passarão pelo processo. Por isso, este trabalho buscará entender como a União Africana (UA) pode auxiliar o desenvolvimento dos sistemas eleitorais no continente. Assim, devem ser exploradas inicialmente as normativas formais que sustentam a atuação da União Africana nesta matéria. Em seguida, serão analisadas as eleições angolanas e quenianas de 2017, a fim de compreender a maneira com que a UA vem se posicionando com relação aos desafios políticos internos e como pode atuar nas eleições de 2018. Continuar lendo

Publicado em África, Uncategorized | Marcado com , , , | Deixe um comentário

A CRISE NA VENEZUELA: REFUGIADOS, MIGRANTES E INSTITUIÇÕES INTERNACIONAIS

Sarah Medeiros Xavier

Valeska Araújo Neves Xavier

Resumo

Em 2013, uma crise instaurou-se na Venezuela, levando a uma instabilidade política, econômica e social ao país. Sua população passou a abandonar seu território, em busca de melhores condições em outros países, tornando-se refugiados ou emigrantes. Partindo desse ponto, o presente artigo tem como objetivo apresentar a discussão em âmbito internacional, a partir de uma perspectiva institucionalista das relações internacionais, ressaltando o papel de atores, como o Brasil e o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). Continuar lendo

Publicado em América, Uncategorized | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

As controversas abordagens punitivas de Rodrigo Duterte nas Filipinas: guerra às drogas e violação dos Direitos Humanos

Giovana Biron Rocha Barroso

Laura Fernanda Gonçalves Cardoso

Resumo

No dia 14 de março de 2018, o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, anunciou a saída do país do Tribunal Penal Internacional (TPI) após o tribunal ter anunciado uma investigação sobre possíveis crimes contra a humanidade por causa da sua guerra contra às drogas. Duterte é conhecido no cenário internacional pela sua política de forte repressão aos usuários e traficantes de drogas e por suas declarações polêmicas que envolvem a violação dos direitos humanos. O objetivo deste artigo é, portanto, em um primeiro momento, descrever de forma breve o primeiro ano do mandato do presidente e o começo de sua campanha antidrogas; em um segundo momento, apontar as consequências das ações adotadas por Duterte; e por fim, evidenciar o posicionamento de alguns atores internacionais diante das acusações à violação dos Direitos Humanos. Continuar lendo

Publicado em Ásia, Uncategorized | Marcado com , , , , | Deixe um comentário